sábado, maio 19, 2007

lá fora

eu dentro. janela aberta o vento
joelhos dobrados
sustento
menina no colo
amamento
sophia de olhos fechados
minto
tem um que meio aberto
sente
eu entorno dela
vontade plena curiosa
que só ela
deve sonhar com o sete
quando acorda não esquece
fala baixinho
com ela mesma numa língua que a entretém
é secreta mas tento decifrar
se arrisca no bom português
mamã neneim tentei
digo é por ai vá!
você consigue
falar algo que diga
outras conversas se parecem com o que são
blá
ou
verniz do que não é dito
película de uma carne tão crua
enxerto de palavras que olham proutro
lado de canto
ah se for
sem tanta escolha do melhor termo
preocupação pra não errar
que você diga
bem alto sem gritar(ou grite)
diga!!

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial