segunda-feira, março 24, 2008

quem se importa - minicrônica

A mulata tem mais memória que o computador. Quem se importa com o espírito da frajola? O computador não entende licença poética, sublinha os erros. Grifa, toma nota. Não entende. Computasse dor, gostasse ou não de poesia.
Ele tem rotina, mas num sabe usar. Enferruja, sem envelhecer. Amores, mito coração rasgado, saudade, todos circulam sem abraçar o computador.
E a mulher?

2 Comentários:

Blogger Naty disse...

sem abraço, sem calor e risadas de kkkk...

26/3/08 15:00  
Blogger geografia na web disse...

MInha linda, saudades... Abraços e lembranças e nossas risadas loucas kkkkkkkk
Célia da Paz

1/4/09 22:51  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial